Ordem de serviço para obras do Parque Tecnológico será assinada em breve

O prefeito de Vitória, Luciano Rezende, dará posse nesta sexta-feira (10), às 9h30, na sala anexa ao gabinete da Prefeitura, aos membros do Conselho Municipal de Ciência e Tecnologia (CMTC) e irá anunciar que, nos próximos dias, será assinada a ordem de serviço para a contratação de projetos complementares para a construção das obras do Centro de Inovação do Parque Tecnológico Metropolitano de Vitória.

O centro será um espaço que irá abrigar os responsáveis pela implantação do parque, que será instalado em um terreno ao lado da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), abrigando o Galpão das Paneleiras, em Goiabeiras. O Parque Tecnológico dotará de infraestrutura para atrair empresas da base tecnológica, como laboratórios de certificação de produtos, agentes de fomento à ciência, incubadoras, entre outras.

Vitória já recebeu recursos na ordem de R$ 9.449.922,20 para a construção do primeiro módulo (serão três módulos no total) do Centro de Inovação do parque. O espaço do primeiro módulo terá uma área total de 9 mil metros quadrados.

Na primeira reunião do conselho neste ano, nesta sexta (13), o presidente do CMCT, André Gomyde, apresentará a maquete eletrônica do Parque Tecnológico Metropolitano de Vitória.

Conselho

O Conselho Municipal de Ciência e Tecnologia (CMTC) é responsável por definir a política municipal do setor e a aplicação dos recursos do Fundo de Apoio a Ciência e Tecnologia (Facitec).

A capital possui o Sistema Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação, pioneiro no Brasil, criado em 1991, que já investiu cerca de R$ 66 milhões no município.

O sistema é composto pelo Conselho Municipal de Ciência e Tecnologia (CMCT), pelo Fundo de Apoio a Ciência e Tecnologia (Facitec), Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico e Social de Vitória (Comdev) – que está em implantação –, e o Fundo Municipal de Desenvolvimento Econômico e Social de Vitória (Fumdev) – também em implantação.

São também componentes importantes desse sistema a incubadora de empresas de base tecnológica (TecVitória) e o Parque Tecnológico Metropolitano de Vitória.

O conselho é presidido pela Companhia de Desenvolvimento de Vitória (CDV) e seus membros representam a Prefeitura de Vitória, a Universidade Federal do Espírito Santo, o Governo do Estado, a Câmara de Vereadores de Vitória, a comunidade científica, a Federação das Indústrias do Espírito Santo e as centrais sindicais. O CMCT se reúne ordinariamente quatro vezes por ano e extraordinariamente sempre que necessário.

Foto de capa: Carlos Antolini

Publicado em 10/05/13