Parque Tecnológico Metropolitano de Vitória é tema de debate

Espaço com infraestrutura para atrair empresas da base tecnológica, como laboratórios de certificação de produtos, agentes de fomento à ciência, incubadoras, empresas de software, entre outras, o Parque Tecnológico vai tornar Vitória referência em tecnologia e inovação.

O parque, que será construído em um terreno ao lado da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), em Goiabeiras, em parceria com a Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia (SECT) será tema do evento “Parque Tecnológico Metropolitano de Vitória – Nova Etapa”, nesta segunda-feira (1º), a partir das 9 horas, no plenário da Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes).

O palestrante convidado será o professor doutor Juan Carlos Sotuyo, diretor-superintendente do Parque Tecnológico de Itaipu (PR), com o tema “O Parque Tecnológico e o Desenvolvimento Territorial”.

Logo depois, começa a mesa-redonda com: André Gomyde (presidente da Companhia de Desenvolvimento de Vitória), Reinaldo Centoducate (reitor da Ufes), Benildo Denadai (diretor do Sebrae), Denio Rebelo (reitor do Ifes), Luciano Raizer (presidente do Sindinfo) e Franco Machado (Presidente do Conptec).

O evento é realizado pela Prefeitura de Vitória e pela CDV, em parceria com a Findes e o Sebrae.

Inovação

Aberto a todos os interessados, o evento tem o objetivo, segundo André Gomyde, de envolver as comunidades econômica e científica nas discussões em torno dos próximos passos a serem dados na direção da implantação do Parque Tecnológico Metropolitano de Vitória, que entra agora em sua segunda fase.

“Esse projeto comandado pela CDV é um sonho acalentado há muitos anos na Grande Vitória e uma enorme prioridade para nós. Pretendemos abrir o debate sobre as ações mais eficazes para movimentar os negócios no setor de ciência, tecnologia e inovação”, afirmou.