Empresas farão estudos para parceria público-privada de iluminação na capital

A Companhia de Desenvolvimento de Vitória (CDV) divulgou, nesta quarta-feira (18), a relação das onze empresas selecionadas para realização de estudos que visam à implantação da Parceria Público-privada de Iluminação Pública (PPP) na capital.

A seleção, que está disponível também no site da CDV (www.cdvitoria.com.br ), foi feita pelo Comitê Gestor de PPPs da Prefeitura de Vitória, que ´examinou quatorze propostas. A companhia é responsável pelo gerenciamento do projeto.

As empresas selecionadas são: Construtora Remo, Concremat Engenharia, Consórcio Diefra/M2M Telemetria/Ultra Engenharia, Telefônica Brasil, Telefônica Data, Vitória Luz Construções, Engeluz Iluminação e Eletricidade, GE Iluminação e Citeluz Serviços, KPMG Consultoria e Cascione, Paulino, Boulos e Santos – Sociedade de Advogados, Urbeluz Energética, Grupo Unicoba Indústria de Componentes Eletrônicos e Informática.

O prazo para apresentação dos estudos é de 60 dias. O modelo de PPP a ser implementado em Vitória é o de Concessão Administrativa, no qual não será cobrada tarifa do usuário final. Vitória é a segunda capital do país, depois de São Paulo, em maior número de empresas interessadas em participar da fase de estudos.

A empresa vencedora da concorrência se encarregará de gerir cerca de 32 mil pontos de iluminação por toda a cidade, adotando critérios de maior economia e eficiência, além da manutenção permanente e da construção do Centro de Controle Operacional..

O prazo previsto pela lei é de até 25 anos, renováveis por mais cinco, mas os estudos é que determinarão o prazo de retorno dos investimentos. Caberá à empresa se responsabilizar pelos custos de material e mão de obra. A prefeitura repassará mensalmente a ela uma contraprestação pecuniária.