Empregados da CDV têm novo plano de cargos e salários

Os empregados concursados da Companhia de Desenvolvimento de Vitória (CDV) serão beneficiados com o novo Plano de Cargos, Carreiras, Salários e Benefícios, que começa a vigorar a partir deste mês.

O plano foi aprovado e formalizado pelo prefeito João Coser, na noite desta quinta-feira (15), na sede da CDV. Quarenta e cinco empregados serão enquadrados no novo plano de carreira. A companhia conta ainda com 18 servidores comissionados.

Os empregados da CDV estavam enquadrados no plano de 1995, que já se encontrava completamente defasado, em termos progressão e avanços salariais.

O prefeito João Coser falou da alegria em assinar o decreto. “Se para vocês é uma conquista, para mim é um compromisso. Tenho certeza fiz o possível para deixar todos os servidores efetivos bem encaminhados”, explicou.

Plano

Com o novo Plano de Cargos, Carreiras, Salários e Benefícios – que começou a ser elaborado em 2007 e, a partir de 2008, passou pela avaliação da Secretaria Municipal de Administração e da Procuradoria Geral da Prefeitura – os cargos foram divididos em três grupos: nível fundamental, médio e superior. E a progressão dentro dos cargos vão ser por desempenho, titulação e antiguidade.

“Era grande a perspectiva dos empregados de terem um novo plano, pois o antigo já estava defasado com tabela de enquadramento estagnada”, disse o diretor-presidente da CDV, Anderson Fioreti. “O novo plano avança no tipo de progressão salarial e possibilita a capacitação profissional. O anterior só era permitida a progressão por antiguidade”, acrescentou.

A progressão por desempenho ocorrerá a cada quatro ano, mas a avaliação será anualmente, a partir de 2012. Se o empregado, nestes quatro anos que estiver sendo avaliado, conseguir um percentual de 90% a 100% na pontuação, ele avança duas referências salariais dentro da sua respectiva classe.

Se o empregado conseguir entre 75% e 89,99%, ele avança apenas uma referência salarial. Já aqueles que não conseguirem esses percentuais não terão progressão nenhuma. As progressões por desempenho e por titulação ocorrerão simultaneamente na mesma oportunidade, alternando-se, contudo, com a progressão por antiguidade.